Evidência

Tabelas de evidência

Esta tabela é um sumário da análise reportada em uma diretriz (apoiada por uma revisão sistemática) que se foca na importante questão clínica acima.


A confiança nas evidências é muito baixa ou baixa quando GRADE foi realizado, podendo não haver nenhuma diferença na eficácia entre a intervenção e a comparação para os desfechos principais. No entanto, isso é incerto, e novas evidências podem mudar esse cenário no futuro.


População: Adultos que apresentam risco de LRA-IC

Intervenção: Cloreto de sódio 0.9%

Comparação: Ausência de hidratação intravenosa, fluidos orais, cloreto de sódio a 0.45%, bicarbonato de sódio, bicarbonato de sódio oral associado a fluidos orais

DesfechoEficácia (classificação do BMJ)?Confiança na evidência (GRADE)?

Cloreto de sódio a 0.9% versus ausência de hidratação intravenosa

LRA-IC

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Baixo

Mortalidade intra-hospitalar

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Mortalidade por todas as causas

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Baixo

Necessidade de terapia renal substitutiva: diálise

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Baixo

Eventos adversos

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Cloreto de sódio a 0.9% versus fluidos orais

LRA-IC

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Mortalidade por todas as causas

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Necessidade de terapia renal substitutiva: diálise

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Cloreto de sódio a 0.9% versus cloreto de sódio a 0.45%

LRA-IC

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Mortalidade

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Necessidade de terapia renal substitutiva: diálise

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Eventos adversos

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Cloreto de sódio a 0.9% versus bicarbonato de sódio

LRA-IC

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Moderado

Mortalidade por todas as causas (30 dias)

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Mortalidade por todas as causas (>30 dias)

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Mortalidade intra-hospitalar

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Necessidade de terapia renal substitutiva

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Baixo

Eventos adversos

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Baixo

Eventos adversos: insuficiência cardíaca

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Cloreto de sódio a 0.9% versus bicarbonato de sódio oral associado a fluidos orais

LRA-IC

Nenhuma diferença estatisticamente significativa

Muito baixo

Recomendações conforme apresentadas na diretriz fonte

Para pacientes hospitalizados com meio de contraste iodado, considere a expansão de volume intravenoso com bicarbonato de sódio isotônico ou cloreto de sódio a 0.9% se apresentarem risco particularmente alto, por exemplo, se:

  • Apresentam uma TFGe inferior a 30 ml/min/1.73 m²

  • Fizeram transplante renal

  • Um grande volume de meio de contraste está sendo usado (por exemplo, mais alto que a dose diagnóstica padrão ou administração repetida dentro de 24 horas)

  • A administração intra-arterial de meio de contraste com exposição renal de primeira passagem estiver sendo usada.

Nota

O comitê de diretrizes realizou metanálises de rede e entre pares. Os resultados que constam nesta tabela se referem a análises entre pares.

O comitê de diretrizes observou que evidências das metanálises de rede mostraram que o cloreto de sódio a 0.9% e o bicarbonato de sódio parecem ser equivalentes para prevenir LRA-IC. Eles também observaram que havia evidências limitadas em análises de subgrupos e que nenhum dos identificados mostrou evidências de um efeito de qualquer das intervenções na incidência de LRA-IC.

O comitê de diretrizes afirmou que os desfechos primários para a análise pareada foram: lesão renal aguda induzida por contraste, evolução da DRC aos 3 meses após o diagnóstico de lesão renal aguda induzida por contraste, mortalidade até 12 meses, necessidade de terapia renal substitutiva e eventos adversos. Outros desfechos de interesse foram: tempo de internação hospitalar, readmissão para LRA e qualidade de vida relacionada à saúde. Consulte a diretriz completa para obter detalhes desses desfechos adicionais.

Esta tabela de evidências está relacionada às seguintes seções:

Respostas Clínicas Cochrane

  • Do statins help prevent acute kidney injury after surgical procedures requiring cardiac bypass?
    Show me the answer
  • What are the benefits and harms of ischemic preconditioning for reducing renal ischemia reperfusion injury?
    Show me the answer

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal