Discussões ao paciente

Os pacientes frequentemente sub-relatam sintomas de exacerbação aguda.[290] Os pacientes devem ser questionados regularmente em visitas ao consultório sobre aumento dos sintomas, e orientados sobre a diferença entre a variação diária esperada nos sintomas, sintomas de "crise de dispneia" (relacionada a hiperinsuflação dinâmica) e sintomas anunciando uma exacerbação de DPOC. A "crise de dispneia" é definida como um desconforto respiratório grave em repouso que ocorre em pacientes com doença avançada, frequentemente reduz a expectativa de vida e excede a capacidade do paciente e do cuidador de obter o alívio dos sintomas.[291]

Os pacientes devem ser instruídos a entrar em contato com seu médico caso apresentem febre, piora do estado respiratório além das variações diárias normais e/ou aumento significativo na produção de expectoração purulenta. Se os pacientes estiverem recebendo corticosteroides sistêmicos e forem diabéticos, eles devem ser instruídos a monitorar cuidadosamente a glicose sanguínea e a entrar em contato com seu médico caso ela esteja fora da faixa de variação indicada. Se forem prescritos antibióticos, os pacientes devem ser instruídos a entrar em contato com o médico caso desenvolvam diarreia, já que a colite associada a antibióticos, que pode ser resultante de Clostridium difficile, é reconhecidamente uma complicação da exposição a antibióticos.

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais