Monitoramento

Os pacientes que apresentam exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) devem ser acompanhados rigorosamente para garantir a melhora contínua e a resolução dos sinais e sintomas associados. Quando possível, pessoas hospitalizadas com exacerbação da DPOC devem ser examinadas por um profissional de saúde até 30 dias após a alta hospitalar.[254] Os médicos devem considerar a necessidade de um possível ajuste no esquema terapêutico para a DPOC em cada paciente, já que os pacientes com exacerbação aguda ocasionalmente não retornam rapidamente ao nível de saúde inicial. Todos os esforços devem ser feitos para garantir que os pacientes sejam instruídos sobre a adesão ao esquema terapêutico e tenham recebido as vacinações adequadas (por exemplo, gripe [influenza], pneumococos). A TC anual de baixa dosagem é recomendada para rastreamento de câncer pulmonar em pacientes com DPOC devido ao tabagismo, de acordo com as recomendações da diretriz GOLD e da US Preventive Services Task Force.[1][255]

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal