Prevenção primária

Alterações degenerativas espontâneas da coluna não são evitáveis e progridem incessantemente com a idade em quase todas as populações estudadas. No entanto, a presença ou ausência de alterações degenerativas nas radiografias e nos estudos de ressonância nuclear magnética (RNM) não se correlacionam necessariamente com a dor cervical axial.[1][3][4] Algumas atividades podem piorar a dor cervical axial (por exemplo, posições ocupacionais, posições do pescoço durante o sono, lesão crônica ao levantar pesos e tensão), embora os dados sobre essas associações sejam incompletos.

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais