Transtorno de deficit da atenção com hiperatividade em adultos

Última revisão: 3 Nov 2022
Última atualização: 15 Jun 2022

Resumo

Definição

História e exame físico

Principais fatores diagnósticos

  • presença de fatores de risco
  • início antes dos 12 anos de idade
  • disfunção acadêmica prévia ou atual
  • disfunção ocupacional atual ou prévia
  • disfunção familiar e de relacionamentos
  • abuso de álcool e drogas
  • comportamento com busca de sensações
  • acidentes automobilísticos
  • falta de atenção aos detalhes e erros por descuido no trabalho, escola etc.
  • tem dificuldade em manter a atenção nas tarefas
  • parece não escutar quando lhe dirigem a palavra
  • não segue instruções e não termina deveres e tarefas (não em decorrência de comportamento opositivo ou falta de compreensão)
  • tem dificuldades com organização
  • evita, não gosta ou reluta a se ocupar de tarefas que necessitem de manutenção de um esforço mental
  • frequentemente perde as coisas necessárias para tarefas ou atividades
  • frequentemente demonstra esquecimento nas atividades diárias
  • frequentemente mexe as mãos ou os pés nervosamente e se movimenta quando está sentado
  • frequentemente deixa situações, levanta-se da cadeira quando deveria permanecer sentado
  • frequentemente sente-se inquieto
  • tem dificuldade em ocupar-se silenciosamente com atividades de lazer
  • está frequentemente “na correria”, agindo como se tivesse “ligado nos 220V
  • frequentemente fala em excesso
  • frequentemente interrompe com as respostas antes que as perguntas sejam concluídas
  • frequentemente tem dificuldade de esperar sua vez (por exemplo, enquanto aguarda em uma fila).
  • frequentemente interrompe os outros ou se intromete (por exemplo, interrompe conversas)
  • criminalidade elevada
  • é facilmente distraído pelo ambiente e pelos estímulos externos
Mais principais fatores diagnósticos

Fatores de risco

  • história familiar de transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH)
  • sexo masculino
  • adversidade psicossocial
  • outros fatores ambientais
Mais fatores de risco

Investigações diagnósticas

Primeiras investigações a serem solicitadas

  • questionário de Conners em transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH) para adultos
  • escala de Brown para o transtorno do deficit de atenção
  • Escala de Autoavaliação para TDAH em Adultos da Organização Mundial da Saúde (OMS)
  • escala de Wender-Utah
  • exame neuropsicológico
Mais primeiras investigações a serem solicitadas

Investigações a serem consideradas

  • exame de urina para detecção de drogas
  • eletroencefalograma
  • imagens do cérebro (tomografia computadorizada [TC] ou ressonância nuclear magnética [RNM])
  • polissonografia
  • programa computadorizado
Mais investigações a serem consideradas

Algoritmo de tratamento

Contínua

transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH) sem transtorno de humor ou ansiedade concomitante

transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH) com depressão (com ou sem ansiedade proeminente)

transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH) com transtorno bipolar (com ou sem ansiedade proeminente)

transtorno de deficit da atenção com hiperatividade (TDAH) apenas com transtorno de ansiedade

Colaboradores

Autores

Marios Adamou, MD, MSc, LL.M, MA, MBA, PhD, FRCPsych, FFOM

Consultant Psychiatrist

South West Yorkshire NHS Partnership Foundation Trust

University of Huddersfield

Huddersfield

UK

Declarações

MA is a member of the UK Adult ADHD Network (UKAAN) executive committee, Adult ADHD and Autism Service at South West Yorkshire Partnership NHS Foundation Trust, and a board member of the Wigan and Northumberland Clinical Commissioning Groups. MA has received a National Institute for Health Research (NIHR) grant for use of AI in diagnosis of attention deficit hyperactivity disorder. MA has provided consultancy to Takeda.

Agradecimentos

Professor Marios Adamou would like to gratefully acknowledge Dr Bridget Craddock, Dr S. Nassir Ghaemi, and Dr Elizabeth A. Whitham, the previous contributors to this topic.

Declarações

BC declares that she has no competing interests. SNG has received research grants from Pfizer, served on the speakers' bureaus of Astra Zeneca and Pfizer, and received honoraria from Bristol Myers Squibb. Neither SNG nor his family hold equity positions in pharmaceutical corporations. EAW declares that she has no competing interests.

Revisores

Gianni Faedda, MD

Lucio Bini Mood Disorders Center

New York

NY

Declarações

GF has been reimbursed by Astra Zeneca, the manufacturer of Seroquel, for attending several conferences.

David W. Goodman, MD

Assistant Professor

Department of Psychiatry and Behavioral Sciences

Johns Hopkins School of Medicine

Baltimore

MD

Declarações

DWG has received research grants from Shire Pharmaceuticals. DWG has received speaking fees from Neuroscience Education Institute, Temple University, American Professional Society of ADHD and Related Disorders, Medscape, and WebMD. DWG has been a paid consultant to American Physician Institute for Advanced Professional Studies, Prescriber's Letter, Consumer Reports, Thomson Reuters, GuidePoint Global, Shire Pharmaceuticals, McNeil Pediatrics, Cephalon, Teva Pharmaceuticals, Lundbeck, Otsuka Pharmaceuticals, and Novartis.

  • Diagnósticos diferenciais

    • Depressão em adultos
    • Transtorno bipolar em adultos
    • Ansiedade generalizada e outros transtornos de ansiedade
    Mais Diagnósticos diferenciais
  • Diretrizes

    • Diagnostic and statistical manual of mental disorders, 5th edition, text revision (DSM-5-TR)
    • Recommendations for occupational therapy interventions for adults with ADHD: a consensus statement from the UK Adult ADHD Network
    Mais Diretrizes
  • Folhetos informativos para os pacientes

    TDAH: o que é?

    Estratégias de enfrentamento para adolescentes e adultos com TDAH

    Mais Folhetos informativos para os pacientes
  • padlock-lockedConectar-se ou assinar para acessar todo o BMJ Best Practice

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal