Rastreamento

Se um paciente se apresenta no pronto-socorro com sinais e sintomas de hiperglicemia (poliúria, polidipsia e dor abdominal), depleção de volume, hálito cetônico e alterações no estado mental (mesmo sem história de diabetes), a glicose plasmática e as cetonúrias devem ser verificadas. Na presença de glicose plasmática elevada e/ou cetonúria positiva, devem ser realizadas avaliações laboratoriais completas de diagnóstico para cetoacidose diabética (CAD) e estado hiperosmolar hiperglicêmico.[1]

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais