Abscesso intra-abdominal

Última revisão: 21 Abr 2022
Última atualização: 04 Mar 2020

Resumo

Definição

História e exame físico

Principais fatores diagnósticos

  • presença de fatores de risco
  • febre ou hipotermia
  • dor abdominal
  • história de doença inflamatória intestinal
  • dor à palpação e sensação de preenchimento retal
Mais principais fatores diagnósticos

Outros fatores diagnósticos

  • taquicardia
  • alteração nos hábitos intestinais/função intestinal anormal
  • íleo paralítico prolongado
  • anorexia/falta de apetite
  • náuseas e vômitos
  • história de doença biliar
  • massa palpável
  • desnutrição
  • sinais de sepse
Outros fatores diagnósticos

Fatores de risco

  • diabetes
  • neoplasia maligna
  • cirurgia ou trauma recentes, apendicite, diverticulite ou úlcera perfurada
  • sexo masculino
  • idade >65 anos
Mais fatores de risco

Investigações diagnósticas

Primeiras investigações a serem solicitadas

  • contagem leucocitária
  • cultura da drenagem
  • tomografia computadorizada (TC) abdominal
Mais primeiras investigações a serem solicitadas

Investigações a serem consideradas

  • proteína C-reativa sérica
  • velocidade de hemossedimentação (VHS) sérica
  • coloração de Gram do líquido do abscesso
  • glicose sérica
  • testes séricos da função hepática
  • albumina sérica
  • ultrassonografia abdominal
  • ressonância nuclear magnética (RNM) abdominal
  • leucócitos marcados com índio
Mais investigações a serem consideradas

Novos exames

  • ultrassonografia endoscópica

Algoritmo de tratamento

Aguda

abscesso intra-abdominal adquirido na comunidade: não considerado de alto risco, gravidade de leve a moderada

abscesso intra-abdominal adquirido na comunidade: risco elevado ou gravidade alta

abscesso intra-abdominal associado aos cuidados de saúde

Colaboradores

Autores

Laura Kreiner, MD, FACS

Assistant Professor of Surgery

MetroHealth Medical Center

Case Western Reserve University School of Medicine

Cleveland

OH

Declarações

LK declares that she has no competing interests.

Agradecimentos

Dr Laura Kreiner would like to gratefully acknowledge Dr Ali F. Mallat, Dr Lena M. Napolitano, and Dr Lillian Kao, previous contributors to this topic.

Declarações

AFM declares that he has no competing interests. LMN has been a member of the speakers' bureau and consultant for Merck, Pfizer, Schering-Plough, Ortho-McNeil, Wyeth, and Astellas Pharma. LK declares that she has no competing interests.

Revisores

James T. Lee, MD, PhD, FACS, FIDSA, FSHEA

Professor of Surgery (retired)

University of Minnesota

Saint Paul

MN

Declarações

JTL declares that he has no competing interests.

Jeffrey A. Claridge, MD, MS, FACS

Director of Research

Division of Trauma, Burns and Critical Care

Assistant Professor

Department of Surgery

MetroHealth Medical Center

Case Western Reserve University School of Medicine

Cleveland

OH

Declarações

JAC declares that he has no competing interests.

Matthew Falagas, MD, MSc, DSc

Director

Alfa Institute of Biomedical Sciences

Marousi

Athens

Greece

Declarações

MF declares that he has no competing interests.

  • Abscesso intra-abdominal images
  • Diagnósticos diferenciais

    • Hematoma intra-abdominal loculado
    • Pseudocisto pancreático
    • Flegmão diverticular ou apendicular
    Mais Diagnósticos diferenciais
  • Diretrizes

    • ACR appropriateness criteria: radiologic management of infected fluid collections
    • The management of intra-abdominal infections from a global perspective: 2017 WSES guidelines for management of intra-abdominal infections
    Mais Diretrizes
  • Folhetos informativos para os pacientes

    Apendicite

    Doença de Crohn: o que é?

    Mais Folhetos informativos para os pacientes
  • padlock-lockedLog in or subscribe to access all of BMJ Best Practice

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal