Tumores cerebrais astrocíticos

Última revisão: 2 Set 2022
Última atualização: 15 Out 2019

Resumo

Definição

História e exame físico

Principais fatores diagnósticos

  • presença de fatores de risco
Mais principais fatores diagnósticos

Outros fatores diagnósticos

  • estado mental alterado
  • cefaleia
  • náuseas e/ou vômitos
  • anormalidade de marcha
  • ataxia
  • fraqueza
  • convulsões
  • distúrbios visuais
  • deficit discursivo
  • afasia/disfasia
  • deficit sensorial
  • fraqueza motora
  • alteração visual
  • paralisia do nervo craniano
  • papiledema
  • alterações de personalidade/instabilidade emocional
  • declínio cognitivo
  • nistagmo
  • dismetria ipsilateral
  • acalculia
  • agnosia digital
  • confusão esquerda-direita
  • alexia (sem agrafia)
  • negligência
  • síndrome hipotalâmica
Outros fatores diagnósticos

Fatores de risco

  • ascendência branca
  • sexo masculino
  • neurofibromatose do tipo 1
  • esclerose tuberosa
  • síndrome de Li-Fraumeni
  • síndrome de Turcot
  • radiação ionizante
Mais fatores de risco

Investigações diagnósticas

Primeiras investigações a serem solicitadas

  • ressonância nuclear magnética (RNM) de crânio
  • avaliação oftalmológica; teste de campo visual
  • tomografia computadorizada (TC) do crânio
  • espectroscopia por RNM de crânio
  • RNM de perfusão do crânio
  • biópsia
Mais primeiras investigações a serem solicitadas

Investigações a serem consideradas

  • testes de hormônios hipofisários
  • exame de imagem por tensor de difusão (DTI)
Mais investigações a serem consideradas

Novos exames

  • espectroscopia por ressonância magnética direcionada a 2-hidroxiglutarato

Algoritmo de tratamento

Inicial

hipertensão intracraniana ou edema vasogênico

Aguda

grau I: astrocitoma pilocítico

grau I: astrocitoma subependimário de células gigantes

grau II (exceto glioma pontino difuso): xantoastrocitoma pleomórfico

grau II (exceto glioma pontino difuso): astrocitoma pilomixoide

grau II (exceto glioma pontino difuso): astrocitoma difuso

grau III (exceto glioma pontino difuso)

grau IV (exceto glioma pontino difuso)

glioma pontino difuso

Contínua

grau I: astrocitoma pilocítico recorrente

grau I: astrocitoma subependimário de células gigantes recorrente

grau II (exceto glioma pontino difuso): xantoastrocitoma pleomórfico recorrente

grau II (exceto glioma pontino difuso): astrocitoma pilomixoide recorrente

grau II (exceto glioma pontino difuso): astrocitomas difusos recorrentes

grau III recorrente (exceto glioma pontino difuso)

grau IV recorrente (exceto glioma pontino difuso)

glioma pontino difuso recorrente

Colaboradores

Autores

Timothy C. Ryken, MD, MS

Chief of Neurosurgery

Dartmouth-Hitchcock Medical Center

Lebanon

NH

Declarações

TCR is an author of a number of references cited in this topic.

Linton T. Evans, MD

Assistant Professor of Neurosurgery

Dartmouth-Hitchcock Medical Center

Lebanon

NH

Declarações

LTE declares that he has no competing interests.

Agradecimentos

Dr Timothy C. Ryken and Dr Linton T. Evans would like to gratefully acknowledge Dr Manmeet S. Ahluwalia, Dr Susan Chang, and Dr Karine Michaud, previous contributors to this topic.

Declarações

MSA has acted as a consultant for Elekta, Incyte, AstraZeneca, Novocure, Caris Life Sciences, Bristol-Myers Squibb, Monteris Medical, AbbVie, MRI Solutions, Elsevier, and Prime oncology. MSA has received clinical trial investigations grants from Tracon, Bristol-Myers Squibb, AstraZeneca, Novartis, and Novocure. SC has received research support from Agios, Novartis, Quest, Roche, and Schering Plough. KM declares that she has no competing interests.

Revisores

David A. Reardon, MD

Associate Professor

The Preston Robert Tisch Brain Tumor Center

Duke University Medical Center

Durham

NC

Declarações

DAR declares that he has no competing interests.

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal