Infecção por sífilis

Última revisão: 4 Jun 2022
Última atualização: 29 Jul 2021

Resumo

Definição

História e exame físico

Principais fatores diagnósticos

  • presença de fatores de risco
  • úlcera anogenital
  • linfadenopatia
  • erupção cutânea difusa
  • sintomas constitucionais
  • fadiga
  • rinite (sífilis congênita)
  • hepatoesplenomegalia (sífilis congênita)
  • alopécia em placas
  • condiloma lata
  • comprometimento da memória, alteração de humor, confusão ou demência
  • alterações visuais
  • Pupilas de Argyll Robertson
  • perda da propriocepção e das percepções de vibração e de posição
  • ataxia
  • perda de controle dos esfíncteres anal e vesical
  • sinal de Romberg positivo
  • sopro diastólico
  • nódulos endurecidos com um centro necrótico
  • aborto espontâneo ou fetos natimortos (sífilis congênita)
  • parto prematuro e retardo de crescimento intrauterino (sífilis congênita)
  • erupção cutânea neonatal (sífilis congênita)
  • arqueamento da tíbia (sífilis congênita)
  • malformação craniofacial (sífilis congênita)
  • anormalidades dentárias (sífilis congênita)
  • funisite necrosante (sífilis congênita)
Mais principais fatores diagnósticos

Outros fatores diagnósticos

  • úlcera na mucosa oral
  • assintomática com sorologia positiva (sífilis latente)
  • tremor
  • cefaleia
  • meningismo
  • dor ocular
  • perda auditiva
  • convulsões
  • edema periférico
  • icterícia
  • neuropatia periférica
  • arreflexia
  • angina
  • dispneia
  • organomegalia
  • perfuração da pele ou de órgãos viscerais (com possível perda da estrutura)
  • anormalidades neurológicas neonatais (sífilis congênita)
Outros fatores diagnósticos

Fatores de risco

  • contato sexual com uma pessoa infectada
  • homens que fazem sexo com homens (HSH)
  • uso de substâncias ilícitas
  • profissionais do sexo
  • múltiplos parceiros sexuais
  • pessoas com HIV e outras ISTs
  • sífilis durante a gestação (risco de sífilis congênita)
Mais fatores de risco

Investigações diagnósticas

Primeiras investigações a serem solicitadas

  • microscopia de campo escuro do swab da lesão
  • ensaio imunoenzimático (EIE) treponêmico sérico
  • aglutinação de partículas de Treponema pallidum (TTPA) do soro
  • ensaio de hemaglutinação para T pallidum (TPHA) sérica
  • teste de teste de absorção do anticorpo treponêmico fluorescente (FTA-ABS) sérico
  • ensaio de imunocaptura
  • teste sorológico de imunoensaio em linha (LIA)
  • teste de RPR sérica
  • teste Venereal Disease Research Laboratory (VDRL) sérico
Mais primeiras investigações a serem solicitadas

Investigações a serem consideradas

  • punção lombar (PL) e análise do líquido cefalorraquidiano (LCR)
  • radiografia torácica
  • ecocardiograma
  • tomografia computadorizada do cérebro
  • ressonância nuclear magnética cranioencefálica
  • teste de HIV
  • ultrassonografia fetal
  • hemograma completo
  • raio-X de ossos longos
  • enzimas hepáticas (aspartato aminotransferase, alanina aminotransferase e fosfatase alcalina) e bilirrubina elevadas
  • resposta auditiva evocada de tronco encefálico
  • audiometria
  • radiografia do esqueleto fetal
Mais investigações a serem consideradas

Novos exames

  • reação em cadeia da polimerase da T pallidum (amostra coletada diretamente das lesões ulcerativas)
  • teste à beira do leito com anticorpo treponêmico ou combinação de anticorpo treponêmico e não treponêmico

Algoritmo de tratamento

Inicial

adultos com suspeita de infecção recente ou de contato sexual com pacientes com infecção confirmada

Aguda

adultos sem neurossífilis

adultos com neurossífilis

sífilis congênita

Colaboradores

Autores

Juan C. Salazar, MD, MPH, FAAP

Professor and Chair

Department of Pediatrics

University of Connecticut School of Medicine

Hartford

CT

Declarações

JCS is the author of references cited in this topic.

Jairo M. Montezuma-Rusca, MD, MPH

Assistant Professor of Medicine

Assistant Professor of Pediatrics

Department of Medicine

University of Connecticut School of Medicine

Farmington

CT

Declarações

JMM-R declares that he has no competing interests.

Adriana R. Cruz, MD

Research Associate

CIDEIM

Cali

Colombia

Declarações

ARC declares that she has no conflicting interests.

Agradecimentos

Dr Juan C. Salazar, Dr Jairo M. Montezuma-Rusca, and Dr Adriana R. Cruz would like to gratefully acknowledge Nicholas Bennett, Patrick French and Nooshin Barmania, previous contributors to this topic.

Declarações

PF is an author of a reference cited in this topic. NB and NB declare that they have no competing interests.

Revisores

Robert A. Larsen, MD

Associate Professor of Medicine

University of Southern California

Keck School of Medicine

Los Angeles

CA

Declarações

RAL declares that he has no competing interests.

William Rodriguez, MD

Assistant Professor of Medicine

Harvard Medical School

Director of Research

Global Health Delivery Project

Harvard School of Public Health

Boston

MA

Declarações

WR declares that he has no competing interests.

Jennifer Handforth, MB ChB, MRCPCH, DTM&H

Consultant Paediatrician

Croydon University Hospital

Croydon

UK

Declarações

JH declares that she has no competing interests.

  • Infecção por sífilis images
  • Diagnósticos diferenciais

    • Herpes genital
    • Cancroide
    • Infecção primária por vírus da imunodeficiência humana (HIV)
    Mais Diagnósticos diferenciais
  • Diretrizes

    • Canadian guidelines on sexually transmitted and blood-borne infection guides: syphilis
    • Australian STI management guidelines for use in primary care - syphilis
    Mais Diretrizes
  • Folhetos informativos para os pacientes

    Sífilis: o que é?

    Sífilis: como é diagnosticada e tratada?

    Mais Folhetos informativos para os pacientes
  • Videos

    Punção lombar diagnóstica em adultos: demonstração animada

    Mais videos
  • padlock-lockedConectar-se ou assinar para acessar todo o BMJ Best Practice

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal