Intoxicação alimentar

Última revisão: 3 Set 2022
Última atualização: 25 Fev 2021

Resumo

Definição

História e exame físico

Principais fatores diagnósticos

  • presença de fatores de risco
  • diarreia
  • náuseas e vômitos
Mais principais fatores diagnósticos

Outros fatores diagnósticos

  • dor abdominal
  • distensão abdominal
  • febre
  • desidratação
  • sangue ou muco nas fezes
  • fezes profusas com aspecto de "água de arroz
  • artrite reativa
  • alterações cutâneas
  • dificuldade de deglutição
  • diplopia
  • fala indistinta
  • fraqueza
  • doença hepatobiliar
  • sintomas pulmonares
  • outras características intestinais
  • manifestações de infecções ectópicas
Outros fatores diagnósticos

Fatores de risco

  • idosos, crianças e gestantes
  • doenças crônicas
  • história de viagem recente
  • pacientes imunocomprometidos
  • história de contato com casos de intoxicação alimentar
  • consumo de carne malcozida
  • consumo de frutos do mar crus
  • consumo de alimentos em conserva caseira
  • consumo de queijos frescos não pasteurizados
  • consumo de embutidos
  • consumo de leite ou suco não pasteurizado
  • consumo de ovos crus
  • manuseio e armazenamento inadequado dos alimentos
  • supressão de ácido gástrico
Mais fatores de risco

Investigações diagnósticas

Primeiras investigações a serem solicitadas

  • microscopia das fezes para leucócitos e eritrócitos
  • coprocultura
  • pesquisa de ovos e parasitas nas fezes
  • Hemograma completo com diferencial
  • eletrólitos e creatinina sérica
Mais primeiras investigações a serem solicitadas

Investigações a serem consideradas

  • exame de detecção da toxina botulínica no soro/fezes
  • hemocultura
  • lipase e amilase séricas
  • TFHs
  • anticorpos imunoglobulina M (IgM) da hepatite A
  • anticorpos IgM da hepatite E
  • série radiográfica do abdome agudo
  • sigmoidoscopia/colonoscopia
  • endoscopia digestiva alta
  • biópsia
  • aspirado duodenal
  • reação em cadeia da polimerase de fezes
Mais investigações a serem consideradas

Algoritmo de tratamento

Inicial

doença leve a moderada

doença grave

suspeita de botulismo de origem alimentar

Aguda

organismo infeccioso conhecido

Colaboradores

Autores

Philip Allan, MBBS, DPhil, FRCP

Consultant Gastroenterologist

Department of Gastroenterology

John Radcliffe Hospital

Oxford

UK

Declarações

PA has consulted for Takeda (Shire) and BaxterHealthcare. PA has received travel, accommodation, and conference fees from Takeda (Shire).

Agradecimentos

Dr Philip Allan would like to gratefully acknowledge Dr Satish Keshav, Dr Michael Bennish, Dr Willem J.S. de Villiers, and Dr Houssam E. Mardini, the previous contributors to this topic. Unfortunately, we have been made aware that Dr Satish Keshav has passed away.

Declarações

MB received funds, salary, and/or research funding greater than 6 figures USD. MB declares that he has no other competing interests. WJSDV and HEM declare that they have no competing interests.

Revisores

Franz Allerberger, MD, MPH

Professor of Clinical Microbiology

Austrian Agency for Health and Food Safety (AGES)

Vienna

Austria

Declarações

FA declares that he has no competing interests.

Nancy Crum-Cianflone, MD, MPH

Department Head

Naval Health Research Center

San Diego

CA

Declarações

NCC declares that she has no competing interests.

  • Diagnósticos diferenciais

    • Síndromes virais agudas
    • Doença de Crohn
    • Colite ulcerativa
    Mais Diagnósticos diferenciais
  • Diretrizes

    • Food safety
    • Communicable diseases surveillance in Singapore 2017
    Mais Diretrizes
  • Folhetos informativos para os pacientes

    Diarreia em adultos

    Diarreia em crianças

    Mais Folhetos informativos para os pacientes
  • padlock-lockedConectar-se ou assinar para acessar todo o BMJ Best Practice

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal