Etiologia

Etiologia

As causas do olho vermelho agudo podem ser consideradas dentro das seguintes categorias:[4]

Causas anexiais

  • Triquíase: desvio posterior dos cílios em relação ao local normal de origem com.bmj.content.model.assessment.Caption@135c6af2[Figure caption and citation for the preceding image starts]: TriquíaseColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Entrópio: rotação interna da borda da pálpebra com.bmj.content.model.assessment.Caption@3a41ae1d[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EntrópioColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Ectrópio: rotação externa da borda da pálpebra com.bmj.content.model.assessment.Caption@3ca8bd70[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EctrópioColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Blefarite: inflamação da borda da pálpebra com.bmj.content.model.assessment.Caption@343a5ec1[Figure caption and citation for the preceding image starts]: BlefariteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Olho seco: sintomas ou sinais consistentes com uma deficiência do filme lacrimal pré-corneano. com.bmj.content.model.assessment.Caption@4441b94e[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Olho seco (corado com rosa bengala)Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

Causas conjuntivais

  • Conjuntivite bacteriana: inflamação da conjuntiva causada por infecção bacteriana com.bmj.content.model.assessment.Caption@7347d69d[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Conjuntivite bacterianaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Conjuntivite viral: inflamação da conjuntiva causada por infecção viral com.bmj.content.model.assessment.Caption@a7db6b8[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Conjuntivite viralColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Conjuntivite alérgica (primaveril): inflamação da conjuntiva que ocorre durante uma resposta alérgica com.bmj.content.model.assessment.Caption@6cd73d60[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Ceratoconjuntivite alérgica (primaveril)Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Conjuntivite neonatal: inflamação da conjuntiva no primeiro mês de vida

  • Hemorragia subconjuntival com.bmj.content.model.assessment.Caption@2595627d[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Hemorragia subconjuntivalColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Corpo estranho subtarsal com.bmj.content.model.assessment.Caption@68abab6c[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Corpo estranho subtarsal: abrasão vertical da córnea observada com coloração por fluoresceínaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Corpo estranho conjuntival.

Causas corneanas

  • Úlcera bacteriana da córnea: defeito epitelial da córnea causado por infecção bacteriana com.bmj.content.model.assessment.Caption@f0408b7[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Úlcera da córnea observada com coloração de fluoresceínaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Úlcera viral da córnea: defeito epitelial da córnea causado por infecção viral com.bmj.content.model.assessment.Caption@5a6d180a[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Úlcera dendrítica observada com coloração por fluoresceínaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Úlcera fúngica da córnea: defeito epitelial da córnea causado por infecção fúngica

  • Relacionadas às lentes de contato

  • Corpo estranho na córnea com.bmj.content.model.assessment.Caption@54650fb0[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Corpo estranho na córneaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Abrasão da córnea: defeito epitelial da córnea geralmente causado por trauma. com.bmj.content.model.assessment.Caption@61203e9b[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Abrasão da córnea observada com coloração de fluoresceínaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

Causas inflamatórias

  • Uveíte anterior: inflamação da porção anterior do trato uveal com.bmj.content.model.assessment.Caption@4eced3b8[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Uveíte anterior com sinéquias posterioresColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Esclerite: inflamação da esclera com.bmj.content.model.assessment.Caption@7cd13f23[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EscleriteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Episclerite: inflamação da episclera. com.bmj.content.model.assessment.Caption@b5b786[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EpiscleriteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

Causas traumáticas

  • Exame físico com.bmj.content.model.assessment.Caption@608195ed[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Lesão da córnea penetrante com prolapso da írisColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Químicas.

Outra

  • Glaucoma de ângulo fechado: fechamento do ângulo iridocórneo causando aumento agudo na pressão intraocular. com.bmj.content.model.assessment.Caption@58ead956[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Glaucoma de ângulo fechado: edema central da córnea com pupilas em média midríase em formato ovalar.Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

Doenças mais comuns

As que mais comumente se apresentam na atenção primária são:

  • Conjuntivite infecciosa[5]com.bmj.content.model.assessment.Caption@2db7dd4f[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Conjuntivite bacterianaColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Conjuntivite alérgica com.bmj.content.model.assessment.Caption@9356f8[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Ceratoconjuntivite alérgica (primaveril)Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Olho ressecado e outros problemas anexiais.[6]com.bmj.content.model.assessment.Caption@6cd185fa[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Olho seco (corado com rosa bengala)Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].com.bmj.content.model.assessment.Caption@62ffc15f[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EntrópioColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].com.bmj.content.model.assessment.Caption@713135ea[Figure caption and citation for the preceding image starts]: TriquíaseColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].com.bmj.content.model.assessment.Caption@6b8f99a2[Figure caption and citation for the preceding image starts]: BlefariteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].com.bmj.content.model.assessment.Caption@b913f7c[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EctrópioColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

Causas que ameaçam a visão

As causas de olho vermelho que podem ameaçar a visão pois levam a uma acuidade visual reduzida incluem:

  • Glaucoma de ângulo fechado com.bmj.content.model.assessment.Caption@17f8e268[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Glaucoma de ângulo fechado: edema central da córnea com pupilas em média midríase em formato ovalar.Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Lesões químicas

  • Doenças que afetam a córnea

  • Trauma

  • Uveíte anterior. com.bmj.content.model.assessment.Caption@6f1e1b18[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Uveíte anterior com sinéquias posterioresColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

As causas de olho vermelho que podem ameaçar a visão pois levam a uma ruptura ou perfuração do globo ocular incluem: com.bmj.content.model.assessment.Caption@784bddd0[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Lesão da córnea penetrante com prolapso da írisColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Esclerite com.bmj.content.model.assessment.Caption@7a23677a[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EscleriteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends].

  • Trauma físico

  • Ulceração da córnea

  • Corpos estranhos de alta velocidade.

Isso será discutido mais a fundo com o tratamento inicial em Emergências: considerações de urgência.

Fatores de risco

Os fatores de risco associados a causas específicas de olho vermelho incluem:

  • Uveíte anterior: com.bmj.content.model.assessment.Caption@2a1821f4[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Uveíte anterior com sinéquias posterioresColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. pacientes com resultado positivo para o complexo de histocompatibilidade de antígeno leucocitário humano-B27, tuberculose, sífilis, doença de Lyme, sarcoidose, doença de Behçet e artrite pauciarticular juvenil crônica.

  • Esclerite: com.bmj.content.model.assessment.Caption@35412974[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EscleriteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. doenças do tecido conjuntivo inclusive artrite reumatoide, granulomatose com poliangiíte (antes conhecida como granulomatose de Wegener), lúpus eritematoso sistêmico (LES) e policondrite recidivante.

  • Episclerite: com.bmj.content.model.assessment.Caption@13c2d751[Figure caption and citation for the preceding image starts]: EpiscleriteColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. doenças do tecido conjuntivo incluindo artrite reumatoide, granulomatose com poliangiite (antes conhecida como granulomatose de Wegener) e LES.

  • Glaucoma de ângulo fechado: com.bmj.content.model.assessment.Caption@72bb7ae4[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Glaucoma de ângulo fechado: edema central da córnea com pupilas em média midríase em formato ovalar.Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. medicamentos para hipermetropia, midriáticos e anticolinérgicos sistêmicos.

  • Hemorragia subconjuntival: com.bmj.content.model.assessment.Caption@19c7e2c6[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Hemorragia subconjuntivalColeção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. hipertensão, anticoagulação sistêmica, anormalidades de sangramento (leucemia, distúrbios de coagulação), lesão vascular conjuntival, trauma (inclusive lesões relacionadas a lentes de contato) e diabetes.

  • Olho seco: com.bmj.content.model.assessment.Caption@25f16203[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Olho seco (corado com rosa bengala)Coleção particular – cedida pelo Sr. Hugh Harris [Citation ends]. doenças do tecido conjuntivo incluindo síndrome de Sjögren, artrite reumatoide e LES.

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal