Investigações

Primeiras investigações a serem solicitadas

Exame
Resultado
Exame

Aumento dos leucócitos polimorfonucleares (>75%). Poder altamente discriminatório quando combinado com a história.[53]

Leucocitose ≥16.000/microlitro e nível de proteína C-reativa na admissão ≥10 mg/L são fortes fatores preditivos para apendicite nas crianças.[11]

Resultado

leucocitose leve (10 a 18 x 10⁹/L ou 10,000 a 18,000/microlitro)

Exame
Resultado
Exame

A proteína C-reativa provavelmente estará elevada.[39]

Um nível de proteína C-reativa na admissão ≥10 mg/L e uma leucocitose ≥16.000/microlitro são fortes fatores preditivos para apendicite nas crianças.

Resultado

não há valor de corte claro para uma proteína C-reativa elevada nas crianças; a proteína C-reativa provavelmente estará elevada

Exame
Resultado
Exame

Espessamento e dilatação da parede, bem como alterações inflamatórias nos tecidos adjacentes, são achados adicionais observados em uma TC de abdome e pelve.[54]com.bmj.content.model.Caption@76f02b27[Figure caption and citation for the preceding image starts]: Tomografia computadorizada (TC) abdominal – espessamento do apêndice.Nasim Ahmed, MBBS, FACS; usado com permissão [Citation ends].

A TC do apêndice é cada vez mais usada como teste diagnóstico inicial para apendicite aguda, e é prática rotineira nos EUA solicitar uma TC para pacientes que comparecem ao pronto-socorro com sintomas de apendicite aguda.[27] A TC também é indicada em quadros atípicos.[31][49]

A TC com contraste intravenoso, com ou sem contraste oral, tem uma sensibilidade de até 100% em comparação com 92% de sensibilidade da TC com contraste não intravenoso.[51][52]

Em gestantes que apresentam características de apendicite, é necessário realizar uma ultrassonografia abdominal para identificar o apêndice. Se o exame de ultrassonografia não for conclusivo, será necessário realizar uma ressonância nuclear magnética (RNM) abdominal (principalmente no início da gravidez).[31][49]

Resultado

apêndice anormal (diâmetro >6 mm) identificado ou apendicolito calcificado observado em associação com inflamação periapendicial, acúmulo de gordura

Exame
Resultado
Exame

Se o resultado for positivo, será necessário considerar a possibilidade de gravidez ectópica.

Resultado

negativo

Investigações a serem consideradas

Exame
Resultado
Exame

Em crianças, a ultrassonografia no local de atendimento é a ferramenta diagnóstica de primeira linha mais adequada, caso seja indicada uma investigação por imagem com base na avaliação clínica.

A sensibilidade e a especificidade da ultrassonografia podem ser maiores em crianças, comparadas a adultos.[44][46][47]

Em crianças com resultados inconclusivos na ultrassonografia, uma técnica de imagem de segunda linha (TC ou RNM) pode ser escolhida com base na disponibilidade local e na experiência.[11]

Resultado

estrutura aperistáltica ou não comprimível com diâmetro externo >6 mm, coleção de fluidos em caso de perfuração, acúmulo de gordura, apendicolito

Exame
Resultado
Exame

Se o resultado for positivo para eritrócitos, leucócitos ou nitratos, será necessário considerar um diagnóstico alternativo, como cólica renal ou infecção do trato urinário.

Resultado

negativo

Exame
Resultado
Exame

Em gestantes que apresentam características de apendicite, é necessário realizar uma ultrassonografia abdominal para identificar o apêndice. Se o exame de ultrassonografia não for conclusivo, será necessário realizar uma ressonância nuclear magnética (RNM) abdominal (principalmente no início da gravidez).[31][49]

Uma RNM negativa ou inconclusiva não descarta apendicite, e a cirurgia ainda deve ser considerada se a suspeita clínica for alta.[11]

Resultado

apêndice anormal (diâmetro >6 mm) identificado e evidência de alterações inflamatórias periapendiciais, apendicolito, acúmulo de gordura

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal