Critérios

Diretriz baseada em evidências de 2014 para o manejo da pressão arterial elevada em adultos: relatório dos membros do painel indicado para o 8º Joint National Committee (JNC 8)[3]

Definições não foram tratadas especificamente no JNC 8, embora definições do JNC-7 tenham sido implicitamente adotadas. Foram definidos novos limites para o tratamento farmacológico.

The seventh report of the Joint National Committee on the Prevention, Detection, Evaluation and Treatment of High Blood Pressure (2004)[1]

As categorias são baseadas na média de duas ou mais medições de PA (sentado) em duas consultas diferentes.

  • Normal: <120/80 mmHg

  • Pré-hipertensão: 120-139/80-89 mmHg

  • Hipertensão: ≥140/90 mmHg

    • Estágio 1: 140-159/90-99 mmHg

    • Estágio 2: ≥160/100 mmHg

Diretriz de 2017 do ACC/AHA/AAPA/ABC/ACPM/AGS/APhA/ASH/ASPC/NMA/PCNA para a prevenção, detecção, avaliação e manejo da pressão arterial em adultos[5]

A pressão arterial é categorizada em 4 níveis com base na média de duas ou mais medições da PA adequadamente feitas em duas ou mais ocasiões em ambiente de saúde (consultório):

  • PA normal: PA sistólica <120 mmHg e PA diastólica <80 mmHg

  • PA elevada: PA sistólica 120-129 mmHg e PA diastólica <80 mmHg

  • Hipertensão de estágio 1: PA sistólica 130-139 mmHg ou PA diastólica 80-89 mmHg

  • Hipertensão de estágio 2: PA sistólica ≥140 mmHg ou PA diastólica 90 mmHg

Diretrizes de hipertensão de 2018 do Canadá para diagnóstico, avaliação de riscos, prevenção e tratamento da hipertensão em adultos e crianças[59]

A pressão arterial é avaliada com base nas 4 seguintes abordagens:

  • PA automatizada em consultório: considera-se alta uma PA sistólica média ≥135 mmHg ou PA diastólica ≥85 mmHg.

  • PA não automatizada em consultório: considera-se alta uma PA sistólica média ≥140 mmHg ou PA diastólica ≥90 mmHg; considera-se normal elevada uma PA sistólica entre 130 e 139 mmHg e/ou uma PA diastólica entre 85 e 89 mmHg.

  • Monitoramento ambulatorial da PA: os pacientes podem ser diagnosticados como hipertensos se a PA sistólica média acordado for ≥135 mmHg ou a PA diastólica for ≥ 85 mmHg, ou se a PA sistólica média de 24 horas for ≥130 mmHg ou a PA diastólica for ≥80 mmHg.

  • Monitoramento residencial da PA: os pacientes podem ser diagnosticados como hipertensos se a PA sistólica média for ≥135 mmHg ou a PA diastólica for ≥85 mmHg. Se a medição da PA em consultório for elevada e a PA residencial média for <135/85 mmHg, é aconselhável repetir o monitoramento residencial para confirmar se a PA residencial é <135/85 mmHg ou realizar monitoramento ambulatorial da PA de 24 horas para confirmar se a média da PA ambulatorial de 24 horas é <130/80 mmHg e se a média da PA ambulatorial acordado é <135/85 mmHg antes de diagnosticar o caso como hipertensão do jaleco branco.

Diretrizes de 2018 da European Society of Cardiology/European Society of Hypertension para o tratamento da hipertensão arterial[2]

Os limites para a definição de hipertensão quanto a medições específicas são:

PA no consultório

  • PA ideal: PA sistólica <120 mmHg e PA diastólica <80 mmHg

  • PA normal: PA sistólica 120-129 mmHg e PA diastólica 80-84 mmHg

  • PA Alta-normal: PA sistólica 130-139 mmHg e/ou PA diastólica 85-89 mmHg

  • Hipertensão Grau 1: PA sistólica 140-159 mmHg e/ou PA diastólica 90-99 mmHg

  • Hipertensão Grau 2: PA sistólica 160-179 mmHg e/ou PA diastólica 100-109 mmHg

  • Hipertensão Grau 3: PA sistólica ≥180 mmHg e/ou PA diastólica ≥110 mmHg

  • Hipertensão sistólica isolada: PA sistólica ≥140 mmHg e PA diastólica <90 mmHg

PA ambulatorial

  • PA sistólica ≥130 mmHg e/ou PA diastólica ≥80 mmHg para PA de 24 horas

  • PA sistólica ≥135 e/ou PA diastólica ≥85 mmHg para PA ambulatorial diurna e PA domiciliar

  • PA sistólica ≥120 mmHg e/ou PA diastólica ≥70 mmHg para PA noturna

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais