Etiologia

Foi proposta uma etiologia multifatorial e heterogênea da hipertensão essencial.[16] Entretanto, alguns fatores desencadeadores podem ser atenuados à medida que o estado hipertensivo evolui.[17] Foi demonstrado que os seguintes fatores interrompem o delicado equilíbrio entre débito cardíaco e resistência, o que acaba ocasionando hipertensão:

  • Distúrbio da autorregulação (resistência vascular reflexa e persistentemente crescente para acompanhar o aumento do débito cardíaco)[18]

  • Excesso de ingestão de sódio através de vários mecanismos[19][20]

  • Retenção renal de sódio[21][22][23][24]

  • Desregulação do eixo renina-angiotensina-aldosterona, com elevada atividade de renina plasmática[25]

  • Aumento do estímulo simpático[26]

  • Aumento da resistência periférica[27]

  • Disfunção endotelial[28]

  • Perturbações no transportador da membrana celular[29]

  • Resistência insulínica/hiperinsulinemia.[30]

Fisiopatologia

A pressão arterial (PA), o produto do débito cardíaco e da resistência vascular periférica, é afetada pela pré-carga, contratilidade, hipertrofia dos vasos e constrição periférica. A patologia associada ao estado hipertensivo e sua perpetuação envolvem alterações estruturais, remodelação e hipertrofia da arteríolas de resistência.[17] Essas alterações também têm sido associadas ao desenvolvimento precoce e progressivo de aterosclerose dos pequenos vasos, que provavelmente é a causa dos danos a órgãos-alvo na hipertensão avançada. Isso ocorre através de uma série complexa de processos inter-relacionados, que incluem trombose, lesão e disfunção endotelial, cascata inflamatória, estresse oxidativo e desregulação autonômica no quadro de predisposição genética.[31]

Os ensaios clínicos têm demonstrado a importância da PA sistólica na fisiopatologia da hipertensão e suas complicações associadas, o que difere de opiniões convencionais mais antigas.[32] O aumento da PA sistólica continua durante toda a vida, em contraste com a PA diastólica, que aumenta até os 50 anos, tende a se nivelar durante a década seguinte e pode se estabilizar ou diminuir, subsequentemente.

O uso deste conteúdo está sujeito ao nosso aviso legal