Prognóstico

O diabetes aumenta a probabilidade de eventos cardiovasculares importantes e óbito, mas o aumento do risco é variável nos pacientes dependendo da idade no início do diabetes, da duração do diabetes, do controle da glicose, do controle da pressão arterial (PA), do controle lipídico, do controle do tabagismo, da função renal, situação de complicação microvascular e de outros fatores. A associação de diabetes e aumento da mortalidade pode ser atenuada pelo controle de fatores de risco cardiovascular.[168] Uma HbA1c de 6% a 6.9% (42 mmol/mol a 52 mmol/mol) está associado à menor mortalidade.[168] Tendências nos dados de complicações em pessoas com diabetes mostram um risco decrescente de doença cardiovascular (DCV) e mortalidade associada a DCV, particularmente em países de alta renda.[169] Quando o diabetes tipo 2 é diagnosticado aos 40 anos, homens perdem em média 5.8 anos de vida, e mulheres uma média de 6.8 anos de vida.[10] O excesso de mortalidade geral em pacientes com diabetes do tipo 2 é aproximadamente 15% mais alto, mas varia de ≥60% mais alto em adultos mais jovens com controle glicêmico inadequado e função renal comprometida, até melhor que naqueles sem diabetes para aqueles que têm 65 anos ou mais com bom controle glicêmico e nenhum comprometimento renal.[65][66]

A prevalência cumulativa de retinopatia diabética com risco para a visão nos EUA é de cerca de 4.4% entre adultos com diabetes tipo 2, e parece ser maior para negros não hispânicos em comparação com brancos não hispânicos (9.3% versus 3.2%, respectivamente).[170] A prevalência de doença renal em estágio terminal (DRET) é de cerca de 1% naqueles com diabetes tipo 2 (dados transversais), mas a prevalência cumulativa de nefropatia e/ou doença renal crônica é muito maior.[171] As taxas de incidência de DRET atribuídas ao diabetes estão diminuindo; no entanto, é necessária uma intervenção contínua para detectar e gerenciar a doença renal diabética para limitar o desenvolvimento de DRET.[172] O tratamento eficaz requer um paciente motivado e informado que, ativamente, tenha responsabilidade sobre seu diabetes, e uma equipe clínica disposta a ajustar os medicamentos frequentemente para dar suporte um manejo abrangente da doença durante um longo período.

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais