Exames diagnósticos

Primeiros exames a serem solicitados

Exame
Resultado
Exame

A hematúria microscópica é observada na maioria dos pacientes com nefrolitíase.

Resultado

pode ser normal; tira reagente positiva para leucócitos, nitratos e sangue; análise microscópica positiva para leucócitos, eritrócitos ou bactérias

Exame
Resultado
Exame

A contagem leucocitária elevada pode sugerir infecção (pielonefrite ou infecção do trato urinário).

Resultado

variável

Exame
Resultado
Exame

Incluem sódio, potássio, cloreto, bicarbonato, creatinina, ureia, cálcio, ácido úrico e fósforo.

A hipercalcemia pode sugerir hiperparatireoidismo como etiologia subjacente; a hiperuricemia pode indicar gota.

Resultado

variável

Exame
Resultado
Exame

Antes da exposição à radiação ionizante.

Para descartar gravidez ectópica.

Resultado

negativo

Exame
Resultado
Exame

A tomografia computadorizada helicoidal sem contraste (TCSC) é a modalidade preferida de exame imagiológico na nefrolitíase devido à alta sensibilidade e especificidade, devendo ser requisitada logo que haja suspeita de nefrolitíase.

A tomografia computadorizada de baixa dose (<4 mSv) é preferível em pacientes com índice de massa corporal (IMC) ≤30 kg/m², pois esse estudo imagiológico limita a possível exposição à radiação, mas mantém a sensibilidade e a especificidade em 90% ou mais. No entanto, a tomografia computadorizada (TC) de baixa dose não é recomendada em indivíduos com IMC >30 kg/m², pois apresenta menos sensibilidade e especificidade nesses pacientes.[30] Um protocolo de TC de dose reduzida e ajustada ao tamanho tem demonstrado ser 96% sensível para a detecção de cálculos ureterais que requerem intervenção em todos os pacientes, independentemente do IMC.[39]

A TCSC determina com exatidão a presença, o tamanho e a localização dos cálculos. Se o resultado for negativo, a nefrolitíase poderá ser descartada com alta probabilidade.

Doses de radiação <50 mGy não foram associadas a aumento do risco de anomalias ou perda fetal; portanto, o protocolo de TC em baixas doses (<4 mGy) pode ser usado como última opção em gestantes, após o primeiro trimestre, para auxiliar em casos difíceis de diagnosticar.[35][36][30]

Resultado

calcificação observada no sistema coletor renal ou ureter; hidronefrose; encarceramento perinéfrico (indicativo de inflamação ou infecção)

Exame
Resultado
Exame

Fornece informações sobre a composição química e a etiologia. Os cálculos são analisados depois de serem extraídos durante a cirurgia ou quando os pacientes os expelem e coletam para análise.

Resultado

composição do cálculo

Exames a serem considerados

Exame
Resultado
Exame

O filme abdominal simples deve ser solicitado inicialmente junto com a tomografia computadorizada (TC) para determinar se o cálculo é radiotransparente. Até 85% dos cálculos são visíveis no filme RUB, embora cálculos de ácido úrico sejam radiotransparentes.[40]

A radiografia de RUB deve ser realizada caso o cálculo não esteja visível no topograma da TC, para que pacientes com cálculos identificáveis na radiografia de RUB inicial ou no topograma da TC possam ser acompanhados mediante radiografia de RUB.[30]

Em pacientes assintomáticos, antes da terapia cirúrgica definitiva, deve-se requisitar uma radiografia de RUB para confirmar se o paciente ainda não expeliu o cálculo.

Resultado

calcificação observada dentro do trato urinário

Exame
Resultado
Exame

Durante a gestação, a ultrassonografia renal é a modalidade imagiológica de primeira linha. Além disso, deve ser a modalidade de escolha quando houver desejo de reduzir ou eliminar a exposição à radiação, tal como na avaliação de crianças. Pode-se considerar a tomografia computadorizada (TC) de baixa dose em crianças se o diagnóstico da ultrassonografia renal não for conclusivo.[30]

Resultado

calcificação observada no trato urinário acompanhada de dilatação

Exame
Resultado
Exame

Este teste, em sua maior parte, foi substituído pela tomografia computadorizada (TC) (novo teste padrão ouro para o diagnóstico) para a avaliação e o diagnóstico da nefrolitíase; porém, ele ainda é útil para avaliar a função renal e a drenagem do sistema coletor.

Resultado

calcificação observada dentro do trato urinário ou falha de enchimento quando se observa o contraste passando através do rim, descendo em seguida para o ureter

Exame
Resultado
Exame

Ajuda a determinar a causa metabólica subjacente ou a etiologia da nefrolitíase. Deve ser requisitado assim que o paciente tiver expelido o cálculo ou que este tiver sido extraído.

As medições básicas devem incluir volume, pH, creatinina, sódio, cálcio, oxalato, ácido úrico e citrato.

Os pacientes com nefrolitíase recorrente devem passar por monitoramento periódico subsequente da urina de 24 horas.

Resultado

valores maiores ou menores de eletrólitos urinários; redução do volume de urina

Exame
Resultado
Exame

Deve-se avaliar a possibilidade de realizar triagem de urina quanto à cistina caso o diagnóstico de cistinúria não seja descartado pela análise do cálculo.

Resultado

cistinúria

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais