Exames diagnósticos

Primeiros exames a serem solicitados

Exame
Resultado
Exame

A bronquite aguda é geralmente diagnosticada clinicamente, embora possam ser necessários exames para excluir outros diagnósticos como asma ou pneumonia.

Resultado

características de bronquite aguda

Exames a serem considerados

Exame
Resultado
Exame

Não recomendado em pacientes com bronquite aguda, mas pode ser útil na avaliação da asma; a função pulmonar melhorará com o tempo na bronquite aguda.

Resultado

obstrução brônquica leve/moderada

Exame
Resultado
Exame

Pode ser útil para descartar a pneumonia como causa de tosse e febre.

Resultado

normal

Exame
Resultado
Exame

Deve ser solicitada se, após avaliação clínica, o diagnóstico de pneumonia não tiver sido realizado e a antibioticoterapia estiver sendo considerada para ajudar a orientar a terapia. O teste no local de atendimento pode ser considerado na atenção primária.[11]

Resultado

<20 mg/L (sem antibiótico); 20-100 mg/L (antibiótico tardio); >100 mg/L (antibiótico imediato)

Novos exames

Exame
Resultado
Exame

Um novo biomarcador promissor para o diagnóstico de infecções bacterianas, pois tende a ser maior em infecções bacterianas graves e baixa em infecções virais.

A Food and Drug Administration dos EUA aprovou a procalcitonina como um teste para orientar a antibioticoterapia em pacientes com infecções agudas do trato respiratório.

Uma revisão Cochrane dos estudos que utilizam procalcitonina para diferenciar entre infecções respiratórias bacterianas e virais pode indicar um valor na redução do uso de antibióticos para essa doença. Embora a maioria dos pacientes do estudo tenha tido pneumonia, sepse ou outra infecção potencialmente grave, o estudo incluiu um subgrupo de pacientes que apresentaram bronquite aguda e reduziram o uso de antibióticos quando esse teste foi usado. São necessárias pesquisas adicionais.[13]

Resultado

elevado

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais