Diagnóstico diferencial

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Residência/viagem para um país/área ou território com transmissão local ou contato próximo com um caso confirmado, ou provável de COVID-19 nos 14 dias anteriores ao início dos sintomas.

A situação está evoluindo com rapidez; consulte nosso tópico sobre COVID-19 para obter mais informações.

EXAME

Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa em tempo real (RT-PCR): positiva para RNA de síndrome respiratória aguda grave por coronavírus 2 (SARS-CoV-2).

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Pacientes com pneumonia frequentemente cursam com febre mais alta que pacientes com bronquite aguda, podem parecer mais doentes e apresentar estertores ao exame dos pulmões.

EXAME

A radiografia torácica detectará um infiltrado de pneumonia que não estará presente na bronquite aguda.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Pacientes com rinite alérgica muitas vezes apresentam gotejamento pós-nasal causador de tosse. Ao exame físico, a rinite aguda deve ser evidente no exame nasal e com base na drenagem faríngea posterior.

EXAME

Nenhuma.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Pacientes com asma possuem sibilância bilateral. A principal diferença entre a asma e a bronquite aguda é a cronicidade dos broncoespasmos. Na asma, os broncoespasmos são recorrentes e progressivos.

EXAME

O teste de função pulmonar pode ser útil entre episódios de bronquite aguda para diagnosticar a asma em pacientes com achados obstrutivos residuais.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

A tosse possui um guincho característico em crianças com coqueluche, embora ele geralmente não esteja presente em adolescentes e adultos com a infecção.

EXAME

Culturas, reações em cadeia da polimerase ou testes de anticorpos fluorescentes diretos para Bordetella pertussis serão positivos.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Pacientes com ICC podem tossir, mas também apresentam outros sinais e sintomas, como dispneia ao esforço, ortopneia, estertores no exame dos pulmões, edema periférico, pressão venosa jugular elevada e história de problemas cardíacos.

EXAME

A radiografia torácica mostra congestão vascular pulmonar e também pode mostrar cardiomegalia na ICC.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

As aspirações da esofagite de refluxo podem causar uma tosse não produtiva que geralmente é de natureza crônica. Queimação e dor torácica características do refluxo podem ser úteis para diferenciá-lo da bronquite aguda. Quando houver presença de sibilância, muitas vezes ela ocorrerá apenas à direita, onde a aspiração é mais comum.

EXAME

A endoscopia digestiva alta pode mostrar inflamação esofágica ou erosões com refluxo. O monitoramento do pH também pode ser útil para detectar ácido no esôfago distal.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Infecções do trato respiratório superior causadas por vírus e bronquite aguda podem ser indistinguíveis. Na verdade, muitos defendem chamar a bronquite aguda de "resfriado", de forma a sinalizar que a bronquite viral é simplesmente uma extensão de uma doença do trato respiratório superior. A tosse produtiva de um resfriado comum pode ser causada pela inflamação da traqueia ou da árvore brônquica ou, ainda, decorrente de drenagem pós-nasal de uma infecção do trato respiratório superior.

EXAME

Nenhuma.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Tosse ≥8 semanas (geralmente seca).

Uma sensação desagradável na garganta é a principal característica de diagnóstico.

Gotejamento pós-nasal.

O exame orofaríngeo revela um aspecto pavimentoso na parede orofaríngea posterior e nas estruturas locais das vias aéreas superiores.

EXAME

Resposta ao teste de terapia empírica com um anti-histamínico de primeira geração associado a descongestionante dentro de 2 semanas.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Diversos medicamentos ou exposições ambientais também podem causar tosse aguda. Entre eles, inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA) ou exposições ocupacionais a pó/poeira ou produtos químicos. Em muitos desses casos, como pode ser o uso de inibidores da ECA, a tosse não é produtiva. Nas exposições ocupacionais, os sintomas geralmente se limitam a tosse, sem nenhum outro sintoma sistêmico, como febre, cefaleia ou letargia.

EXAME

Nenhum; o diagnóstico deve ser feito com base na história de exposição a agentes que podem causar tosse.

SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO
EXAME
SINAIS / SINTOMAS DE DIFERENCIAÇÃO

Os sintomas persistem além de 30 dias. Podem ser observados sinais de hemoptise e/ou sistêmicos, como perda de peso e inapetência.

EXAME

Tomografia computadorizada (TC) ou radiografia do tórax podem detectar lesão.

A broncoscopia pode detectar lesão brônquica.

O uso deste conteúdo está sujeito aos nossos avisos legais