Videos

Ventilação com ressuscitador manual ("bolsa-válvula-máscara") - Vídeo de demonstração

Equipamento necessário

  • Equipamento de proteção individual, inclusive luvas

  • Ressuscitador manual (dispositivo "bolsa-válvula-máscara")

  • Oxigênio

  • Reservatório acoplado ao aparato bolsa-válvula-máscara

  • Sucção

  • Via aérea orofaríngea (providencie para uso, se necessário)

  • Via aérea nasofaríngea (providencie para uso, se necessário)

  • Kit de ressuscitação.

Contraindicações

A completa obstrução das vias aéreas superiores é uma contraindicação absoluta para ventilação com reanimador manual autoinflável.

Quando ficar claro desde o princípio que o paciente precisa de vias aéreas definitivas (por exemplo, no paciente inconsciente com um traumatismo cranioencefálico ou lesão facial grave) peça ajuda logo no início enquanto mantém as vias aéreas por meios simples até a chegada de ajuda especializada.

Considere o nível de obstrução das vias aéreas. Laringoespasmo devido a anafilaxia, queimadura por inalação, quase afogamento ou corpo estranho não melhorarão significativamente com manobras de vias aéreas simples, e pode ser que o paciente precise de intubação ou procedimento avançado das vias aéreas.

Indicações

  • Insuficiência respiratória

  • Falha na intubação.

Complicações

  • Aspiração

  • Hipoventilação

  • Hiperventilação

  • Lesão da coluna cervical.

Qualquer vazamento significativo causará hipoventilação das vias aéreas e poderá forçar gases para o estômago, aumentando o risco de aspiração.

Pós-tratamento

Continue a ressuscitar o paciente de acordo com as diretrizes de suporte de vida, usando os princípios ABCDE. Envie assistência assim que possível.

Se a ressuscitação for bem-sucedida e o paciente recuperar o controle das próprias vias aéreas, isso deverá ser reavaliado regularmente. Meça a saturação do oxigênio do sangue arterial assim que possível pela amostragem de gasometria arterial e/ou oximetria de pulso e ajuste o oxigênio inspirado para manter a saturação de oxigênio no sangue arterial no intervalo de 94% a 98%.[194]

Se a ressuscitação continuar ou a Escala de coma de Glasgow do paciente for inferior a 8, considere a inserção de um tubo endotraqueal.